Parceira: Agência Parceira RGB Comunicação
Universidade de Lavras foi uma das instituições reconhecidas Universidade de Lavras foi uma das instituições reconhecidas

27/12/2017

Reconhecimento é uma iniciativa do CFMV, que avaliou faculdades em Ciclo de Acreditação

Da redação, com informações assessoria imprensa CFMV

Foto: Divulgação / UFLA

O Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV) concedeu um selo de excelência a três cursos de Medicina Veterinária do País. Dois em São Paulo e um em Minas Gerais. São eles: Universidade Estadual Paulista (Unesp), campus de Botucatu, Universidade de São Paulo (USP), campus da capital, e Universidade Federal de Lavras (UFLA).

A divulgação dos cursos integra o primeiro ciclo de Acreditação dos Cursos de Medicina Veterinária do CFMV. A chancela recebida por essas três instituições é a mais alta das oferecidas pelo conselho a cursos de graduação e tem validade de cinco anos – de 6 de dezembro de 2017 a 5 de dezembro de 2022.

O selo serve como referência para gestores educacionais, professores e estudantes, na hora de fazer a escolha para o vestibular. Segundo o presidente do CFMV, Benedito Fortes de Arruda, foram necessários vários meses até que se chegasse a uma metodologia a ser aplicada na avaliação. Os mais de 300 cursos de Medicina Veterinária no Brasil passaram pelos testes. O objetivo é contribuir para uma melhoria do ensino.

“Esperamos que isso possa se difundir para as demais instituições e que, no próximo ano, tenhamos novos cursos acreditados para que os jovens tenham sua formação profissional com qualidade e desenvolver competências importantes, como a liderança.”

Felipe Wouk, presidente da Comissão Nacional de Educação da Medicina Veterinária (CNMEV/CFMV), comemora o nível de qualidade das instituições acreditadas neste primeiro ciclo. “Elas se equiparam às melhores escolas da Europa e da América do Norte. E, a partir do momento em que as escolas que influenciam o ensino da Medicina Veterinária se dispõem a sofrer uma avaliação externa, isso é indutor para que outras escolas venham se submeter a esse processo”. 

Ele lembra que essa política de acreditação começou com uma recomendação da Organização Mundial da Saúde Animal (OIE), que percebeu que o sistema oficial de avaliação não media com precisão a qualidade das instituições.

Mais informações podem ser obtidas em acreditacao.cfmv.gov.br.