Parceira: Agência Parceira RGB Comunicação

05/07/2016

Testes na Universidade de Kyoto revelaram que bichanos não são menos inteligentes

Da redação, com informações de agências

Foto: Cão Cidadão

Um estudo feito por cientistas japoneses demonstrou que os gatos têm memória tão boa quanto a dos cachorros. E que se assemelham aos humanos na memória episódica – capacidade de recordar acontecimentos específicos.

Durante os testes, na Universidade de Kyoto, os pesquisadores observaram 49 gatos domésticos, demonstrando que esses animais conseguem se lembrar de situações agradáveis, como o lugar onde está o alimento favorito. Foi observado, ainda, que eles não perdem nesse quesito para os cachorros, diferente do que muitas pessoas acreditam.

Segundo a psicóloga Saho Takagi, que atua na universidade, os gatos acessam memórias de uma única experiência passada – a ciência já havia comprovado que humanos e cães têm essa habilidade.

O estudo também avaliou que os felinos empatam com os cachorros em testes de expressões faciais e de emoção, além da capacidade de dar respostas a gestos humanos – no ano passado, na Hungria, foi descoberto que os cachorros se lembravam das ações de seus donos mesmo sem ter recebido instruções para isso.  

Para realizar os testes, os pesquisadores ofereceram aos gatos quatro tigelas com comida. E perceberam que eles se lembraram em quais já haviam se alimentado e quais ainda não haviam sido tocadas. Para os cientistas, os gatos podem se lembrar de fatos ocorridos, inclusive, há mais tempo do aquele aplicado nos testes – 15 minutos.  

Ainda de acordo com Saho, os resultados poderão melhorar o relacionamento dos donos com seus bichanos, já que torna mito que os cães são mais inteligentes.