Parceira: Agência Parceira RGB Comunicação

07/03/2018

Programa de Incentivo ao Aperfeiçoamento Clínico, na 9ª edição, recebe vencedores hoje

Com informações da assessoria de imprensa

Foto: Divulgação

A Ourofino Saúde Animal realiza, neste dia 7 de março, a premiação dos estudantes vencedores da 9ª edição do Programa de Incentivo ao Aperfeiçoamento Clínico (PIAC). O programa, que existe desde 2008, busca estimular a pesquisa voltada a casos clínicos de rotina de atendimentos de animais de companhia.

São dois os estudantes de medicina veterinária premiados. Eles fazem uma visita hoje à sede da empresa, em Cravinhos-SP, acompanhados de seus orientadores. Conhecem a estrutura e os processos de fabricação, além de receberem o reconhecimento.

Foram 27 trabalhos inscritos nesta edição, de diversos estados brasileiros. O 1º lugar ficou com Luana Afonso de Almeida, da Universidade Cruzeiro do Sul, em São Paulo, com o trabalho “Uso de Prediderm em dose anti-inflamatória no tratamento de gastrite linfoplasmocitária em cão”, sob orientação do Prof. Eduardo Fernandes Bondan. E o segundo colocado foi Roberto Cangussú, da Universidade Anhanguera, de Campinas, com “Utilização de sulfato de condroitina e glicosamina em cães com colapso de traqueia. A orientadora foi a Profª Marta Maria Lupp.

O PIAC

O programa é realizado anualmente por meio da doação de medicamentos da Ourofino às instituições parceiras. Os produtos abrangem anti-inflamatórios, antibióticos, antimicrobianos, dermatológicos, ectoparasiticidas, endoparasiticidas, otológicos, suplementos, anestésicos e sedativos.

Com as doações, alunos e residentes interessados no projeto são incentivados a utilizarem as soluções de maneira eficiente e a enviarem cases bem-sucedidos, descrevendo como a utilização do medicamento contribuiu para o tratamento do animal. Os relatos são avaliados por uma equipe técnica da empresa e as duas principais propostas são premiadas.