Parceira: Agência Parceira RGB Comunicação

29/05/2019

Faturamento do setor posiciona o Brasil como segundo maior mercado do mundo

Com informações Instituto Pet Brasil

Foto: Banco de imagens

O varejo pet nacional movimentou R$ 34,4 bilhões em 2018, alta de 4,6% frente a 2017, quando o faturamento final foi de R$ 32,9 bilhões. Os dados foram divulgados pelo Instituto Pet Brasil (IPB). O balanço é positivo, já que a participação do setor representa 0,36% do PIB, fatia grande o suficiente para superar os segmentos de utilidades domésticas e de automação industrial.

Com os resultados mais recentes, o Brasil também passa a figurar como segundo principal mercado pet do planeta, com participação de 5,2%, enquanto Reino Unido e a Alemanha o acompanham de perto, com participação de 4,9% cada. Em primeiro lugar, estão os Estados Unidos, com 40% do faturamento de varejo do setor, em escala global.

População de animais de estimação

O IPB também atualizou os dados da população pet do Brasil, número que não recebia nova amostragem desde 2013. A estimativa de 2018 indica que a população pet brasileira é de aproximadamente 139,3 milhões de animais. Foram contabilizados no país 54,2 milhões de cães; 39,8 milhões de aves; 23,9 milhões de gatos; 19,1 milhões de peixes e 2,3 milhões de répteis e pequenos mamíferos. Em 2013, a população pet no Brasil era de cerca de 132,4 milhões de animais, últimos dados disponíveis quando a consulta foi feita pelo IBGE.

O destaque vai para o crescimento de casas que escolhem o gato como animal de estimação. No acumulado, esse foi o animal que mais cresceu, com alta de 8,1% desde 2013. Em seguida, os pets que acumularam maior crescimento nos lares brasileiros foram os peixes com 6,1%. Répteis e pequenos mamíferos registraram alta de 5,7%; aves, 5% e cães, crescimento de 3,8% em sua população. A média geral é de 5,2%.

Já globalmente, estimativas apontam que a população pet mundial é de aproximadamente 1,6 bilhões de animais. Dentre esses, cerca de 40% correspondem à população de peixes ornamentais.

Sobre o Instituto Pet Brasil

O Instituto Pet Brasil (IPB) nasceu em 2013 para estimular o desenvolvimento do setor Pet, composto pelos pilares criação, produtos e serviços para animais de estimação. A entidade lidera projetos de fomento ao conhecimento, ao empreendedorismo e à inovação, com o objetivo de profissionalizar toda a cadeia Pet. Nosso objetivo é construir um setor mais profissionalizado, e fortalecer a relação entre seres humanos e animais de estimação, que comprovadamente é benéfica para a saúde e o bem-estar de ambos.

O IPB disponibiliza informações relevantes para o setor, bem como promove a capacitação das empresas brasileiras, gerando mais competitividade e, com isso, serviços cada vez melhores para os nossos melhores amigos.