Parceira: Agência Parceira RGB Comunicação

21/06/2017

Animais abrigados num canil escocês foram submetidos a cinco tipos de música

Da redação, com informações de agências

Foto: Banco de imagens

Pesquisadores da Universidade de Glasgow, na Escócia, publicaram um estudo em parceria com a SPCA, uma organização protetora de animais, também escocesa, que demonstra que os cães gostam de música e, entre cinco estilos a que foram submetidos, preferem dois: reggae e rock leve.

Os resultados foram divulgados em janeiro deste ano. O experimento foi feito num canil em Dumbarton, no mesmo país. Os animais acolhidos no local foram submetidos a cinco estilos: rock leve, motown, pop, reggae e clássico. A primeira constatação foi que eles apreciaram música, independente do estilo. Enquanto ouviam, ficavam mais tempo deitados do que em pé. E a segunda foi que o estresse diminuía, de forma mais acentuada, com o reggae e o rock leve. Isso pôde ser observado ao medir os batimentos cardíacos dos bichos.

Preferências

O professor Neil Evans, um dos autores do estudo, afirmou que, apesar dos resultados, não significa que todos os cães têm preferência por esses dois estilos. Além dos gostos serem individuais, é preciso considerar que outros tipos de música não foram testados.

A conclusão da pesquisa animou a SPCA. A organização declarou que passará a investir na instalação de sistemas de sons em seus canis. Gilly Mendes Ferreira, uma das responsáveis pela instituição, disse que os centros da SPCA em Glasgow e Edimburgo já têm capacidade para executar músicas e que, futuramente, todos os outros canis da organização poderão oferecer o serviço. Outra proposta é repetir a experiência, mas com outras espécies de animais.

Antes desta pesquisa, outras já haviam avaliado o comportamento de cães na presença de músicas. Há pouco mais de cinco anos, a psicóloga Deborah Wells, da Universidade de Queens, na Irlanda, afirmou que os cães eram capazes de discernir entre diferentes estilos musicais. Eram capazes de ficar mais calmos com música clássica e mais agitados com heavy metal, por exemplo.