Parceira: Agência Parceira RGB Comunicação

19/07/2017

Nova planta, em Cravinhos-SP, vai produzir vacinas para cães, gatos, bovinos e suínos

Da redação

Foto: Divulgação

A inauguração da fábrica de biotecnologia, no dia 1º de junho, marcou as comemorações dos 30 anos de existência da Ourofino. O empreendimento, localizado na sede da companhia, em Cravinhos-SP, tem quase 7 mil metros quadrados e vai produzir vacinas para cães, gatos, suínos e bovinos, o que atende, segundo o sócio-fundador e presidente da empresa, Jardel Massari, às demandas, atual e futura, do mercado de prevenção em sanidade animal. "A Ourofino Saúde Animal atua com equipe própria e investimento constante em seu departamento de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação. Em 2016, por exemplo, foram aplicados 7,4% da receita líquida em P&D, totalizando R$ 33,6 milhões."

A produção de vacinas para o mercado pet é novidade na Ourofino. A diretora comercial da unidade Pet da empresa, Verônica Martins, considera que a nova planta acompanha tendências dos próximos anos, como o aumento da longevidade das pessoas e de seus animais de estimação, o crescimento da população de gatos e a maior incidência de doenças crônicas nos bichos.

Verônica Martins

Verônica Martins

 

Ela afirma que, além de aumentar o portfólio de produtos para o segmento pet, a Ourofino pretende uma maior aproximação com o consumidor final. “Isso será feito por meio da prestação de serviços segmentados para cada público, sempre com foco no envolvimento das pessoas e no fornecimento de informações”.

A aposta não é à toa. Atenta ao crescimento do número de animais nas casas – de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), cerca de 40 milhões de residências brasileiras têm pelo menos um pet, o que corresponde a 62% do total –, a empresa já oferece 26 produtos para animais de estimação. Para os de produção (aves, bovinos, equinos e suínos), vocação inicial da empresa, são 79.

“A nossa visão para o setor pet envolve mais que o investimento constante em pesquisa e desenvolvimento de produtos. Nosso olhar também está na relação da empresa com os profissionais do segmento e com as pessoas que possuem pet e sabem o quanto faz bem cuidar dessa relação”, afirma Verônica. “Acompanhando a evolução dos mercados, o de animais de companhia é o que tem crescimento mais expressivo, uma vez que reflete o processo de urbanização e aumento da longevidade da população.”

História

O complexo industrial da Ourofino, em Cravinhos, tem 180 mil metros quadrados e está entre os mais modernos do País na fabricação de produtos veterinários. Resultado de um projeto que surgiu com os sócios-fundadores, Jardel Massari e Norival Bonamichi, amigos de infância. Nascidos em Inconfidentes-MG, que era distrito de Ouro Fino – daí o nome da empresa –, eles trabalharam em empresas de agronegócio na região de Ribeirão Preto, onde observaram que havia a possibilidade de comprar produtos veterinários em pequenas escalas, pois o ramo prometia margens de lucros interessantes. A visão rendeu frutos com a inauguração da Ourofino Produtos Veterinários, no dia 1º de junho de 1987.  

Jardel Massari Norival Bonamichi    

Jardel Massari e Norival Bonamichi

 

O primeiro produto com a marca da empresa foi voltado à avicultura. De lá para cá, as soluções farmacêuticas se expandiram para outros tipos de animais. A entrada no segmento pet foi no ano 2000. Três anos antes, tiveram início as exportações.

Em 2015, a Ourofino foi eleita a melhor empresa das Américas Latina e do Sul entre as indústrias do setor veterinário. O prêmio, que levou em conta inovação, desenvolvimento e estratégias internacionais em negócios para sanidade animal, foi concedido pela Animal Pharm - serviço líder de inteligência online para os segmentos de saúde animal, animais de companhia e produção de alimentos.

Um ano antes, Bonamichi apareceu entre as 100 pessoas mais influentes do Brasil pela Revista Época e também entre as 100 personalidades do agronegócio da Revista Dinheiro Rural.

Em 2013, a empresa já havia sido reconhecida como a melhor indústria farmacêutica para trabalhar no País pela Revista Você S/A e ficou entre as 20 melhores, entre empresas de diversos segmentos e com mais de mil funcionários, em ranking da Revista Época.

“Foi graças a esse empreendedorismo que, em pouco tempo, a Ourofino ampliou seu portfólio para os principais segmentos da veterinária, com cobertura para oferecer suas soluções para todo o Brasil, e ainda outros países”, declara Verônica.