Parceira: Agência Parceira RGB Comunicação

06/12/2018

Está pensando em trazer um cão para a casa? É preciso considerar vários fatores 

Este é o primeiro artigo da parceria que a Cão Cidadão, empresa de adestramento do Alexandre Rossi, zootecnista e especialista em comportamento animal, firmou com a revista Planeta Pet. Mensalmente, falarei sobre temas voltados ao comportamento animal, como necessidades fora do lugar, agressividade, medo de banho e tosa, latidos excessivos etc.

Acompanhe as dicas e coloque em prática com seu animal de estimação. Por meio do adestramento é possível ter uma relação mais saudável e feliz com o melhor amigo.

Qual raça se adapta melhor ao seu estilo de vida?

Você está pensando em trazer um cão para a casa? Então, é preciso considerar vários fatores antes de escolher a raça ideal que melhor se adapte ao seu modo de vida. Tendo em vista que o novo membro da família permanecerá na casa nos próximos 12 anos, ou mais, a recomendação é escolher o amigo com calma e consciência.

É muito tentador não querer o primeiro filhote de cachorro que vê, mas essa escolha às cegas pode ser bastante desastrosa. Isso porque cada indivíduo tem características e temperamentos únicos.

Além disso, você quer um cão de guarda, de proteção, de companhia para crianças ou idosos, cães com energia, mais quietos, mais amorosos? É preciso definir isso e pensar nas raças mais adequadas.

Aspectos relevantes

Há vários fatores a considerar antes de escolher um cão. Mais importante ainda é analisar o seu estilo de vida atual.

A primeira análise deve ser com relação ao espaço disponível. Depois, vale pensar na sua rotina: tem tempo disponível para o amigo?

Assim como nós, os animais se cansam com a falta de desafios e diversão. Eles precisam de passeios todos os dias. Além disso, uns necessitam de mais cuidados com o pelo, outros, com a pele, e assim por diante.

Não se esqueça também das despesas que o animal requer, como alimento adequado e de qualidade, consultas ao veterinário, vacinas, entre outras.  

Espaço

Se você mora em apartamento, leve o amigo diariamente (ou até mais de uma vez ao dia) para passear e mantenha sacadas e janelas teladas. Se você mora em casa, a recomendação é a mesma, mas com o cuidado de cercar toda a residência e evitar que o animal fuja.

Não importa o tamanho e o local em que ele mora, desde que tenha o nível de atividades recomendado para o seu porte.

Programação

Quanto tempo você fica em casa? Viaja muito? O cão terá companhia ou terá que passar boa parte do tempo sozinho? Alguns cães são mais independentes do que outros, por isso é fundamental avaliar tudo.  

No seu ritmo

Se você gosta de caminhar muito ou correr, um cachorro de médio ou de grande porte pode se tornar o companheiro perfeito. Mas se você preferir passear em volta do quarteirão, ou no parque, um cão pequeno pode ser uma ótima pedida. 

Necessidades físicas deles

Grandes ou pequenos, todos os cães precisam de exercício para a saúde física e mental. A falta de caminhadas diárias e/ou a falta de companhia podem tornar o cão hiperativo, destruidor, ansioso, além de ele poder desenvolver comportamentos inadequados, como compulsão, necessidades do local errado, latidos em excesso etc.

Raças e suas peculiaridades

Os Yorkshires são calmos, mas adoram brincar. Não precisam de muitos exercícios físicos e longos passeios, mas o cuidado com o pelo deve ser redobrado. Já os Pinschers são bastante apegados aos donos. Se bem ensinados, não fazem sujeira pela casa e não soltam pelos. Por estarem sempre em alerta, esses cães costumam latir bastante e podem não ser tão receptivos com as visitas, mas com certeza são amantes natos de seus donos.

Pugs têm conquistado cada vez mais gente. Eles são muito apegados aos donos: grandes amigos. Mas não aguentam fazer exercícios físicos ou correrem demais, por serem branquicefálicos (focinho curto). Os Shih-tzus são considerados os cães da cidade, pois se adaptam facilmente à agitação dos centros urbanos e apartamentos. Além disso, eles adoram correr e brincar e são amigos muito leais a seus donos, além de amorosos e tranquilos.

O temperamento dos Poodles varia muito conforme o tamanho deles. Os grandes ou médios costumam ser mais obedientes. A raça é dona de uma inteligência que chega a espantar os humanos.

Goldens e Labradores são bem famosos pelo carisma e pelo espírito brincalhão. Se dão muito bem com crianças e são ótimos companheiros de atividades físicas.

Os Pastores Alemães são excelentes cães de guarda, extremamente fiéis aos seus donos, além de terem uma inteligência bastante notável. Mas se a intenção é levar o amigo para suar. Os Pit Bulls são os fortes da categoria, além de serem animais que são dão muito bem com crianças, diferentemente do que se pensa.

Buldogues, apesar de apresentarem porte e cara de bravos, são dóceis, alegres e adoram brincar. E claro que não posso deixar de falar dos famosos Vira-Latas. Normalmente, são muito espertos, inteligentes e companheiros natos. Se adotados, então, costumam ser bastante gratos aos seus donos, demonstrando isso com atitudes a todo momento.

Converse com um especialista em comportamento animal para te ajudar nessa busca. O importante é estar ciente de que aquela vida depende de você. Boa sorte!

 

Karina Pongracz

Adestradora e franqueada da Cão Cidadão