Parceira: Agência Parceira RGB Comunicação

20/05/2017

Empreendimento contou com investimentos de R$ 20 milhões do Grupo CRV

Da redação, com informações da assessoria de imprensa

Foto: Divulgação

Com investimentos de R$ 20 milhões, o Grupo CRV inaugurou, no último dia 16 de maio, em Botucatu-SP, a maior central de coleta e processamento de sêmen bovino da América Latina.

A Central Bela Vista havia sido adquirida em 2011. No ano seguinte, foi anunciada a compra de uma nova propriedade para receber as atuais instalações. Resultado do mercado favorável: em 2016, o faturamento da empresa foi de RS 6 milhões, com a produção de 1,6 milhão de doses. Já para este ano, a expectativa é fechar em R$ 10 milhões – crescimento de 66% - e 2,6 milhões de doses.

“O objetivo é trabalharmos mantendo os mais elevados padrões de qualidade de sêmen para que o criador obtenha ótimos índices de prenhez ao usar esse produto em suas vacas e para que tenhamos também uma ótima gestão dos touros”, afirma o gerente de operações, Gerson Sanches.

A central tem 130 hectares e altitude de mil metros. O clima ameno associado ao isolamento sanitário são importantes para garantir a qualidade do sêmen congelado de bovinos e bubalinos de diferentes raças de corte e de leite. A CRV aposta, ainda, na localização: a área está próxima às rodovias Castello Branco e Marechal Rondon, o que facilita o escoamento da produção.

“Nos próximos anos, o mercado de inseminação artificial vai crescer ainda mais porque as fazendas vão estar mais tecnificadas para obter os melhores resultados. Agora, vamos ampliar esse serviço de coleta para atender os pecuaristas, centrais de inseminação e o mercado de exportação”, declara Paul Vriesekoop, diretor-presidente da CRV.

Mais informações podem ser obtidas em www.centralbelavista.com.br.